Inloco Construtora
  • Home
  • Concurso de arquitetura- Edifício de uso misto

Concurso de arquitetura- Edifício de uso misto

  • APRESENTAÇÃO A3

  • APRESENTAÇÃO A3

  • APRESENTAÇÃO A3

  • APRESENTAÇÃO A3

  • APRESENTAÇÃO A3

EDIFÍCIOS DE USO MISTO, REGIÃO ADMINISTRATIVA DE SANTA MARIA – RA XIII. O poder público deve ter como objetivo e obrigação aparamentar a população com equipamentos que tragam a possibilidade de vivenciar e aproveitar o espaço urbano em sua plenitude e dar a oportunidade de acesso as classes de baixa renda a infraestrutura básica para uma vida plena, colaborando assim para a redução da desigualdade social tão presente em nossa sociedade. 

Nesse contexto o projeto tem como objetivo atender a demanda de melhor aproveitamento dos terrenos destinados com habitações de interesse social, que tenham um contexto integrador entre a cidade e o ambiente construído, levando em consideração a total imersão em um conceito de apropriação do espaço agregando o entorno, com essa premissa básica, consideramos que a criação de gentilezas urbanas são fundamentais, na quais as áreas envoltórias das edificações são comum a todos, as áreas internas das edificações consideramos como sendo semi-publicas, ficando a cargo dos prédios propriamente ditos a áreas privadas dos ocupantes. 

Os edifícios foram implantados de maneira a deixar passeios generosos entre o leito das ruas envoltórios e os prédios, além de faixas de áreas impermeáveis até a divisa dos prédios, a topografia foi estudada de tal maneira a ser vencida por rampas e poucas escadas, dando maior acessibilidade  e integração  ao conjunto. 

Os edifícios foram divididos em três tipologias, diagramadas da seguinte maneira; uma tipologia com 3 e 2 dormitórios, uma tipologia com 2 dormitórios e uma tipologia com 3 dormitórios, arranjadas de tal maneira a criar uma praça central interna com acesso as  circulações verticais das edificações e as vias envoltórias;  o acesso as praça centrais dos conjuntos de prédios serão livres, dando a oportunidade do povo apropriar-se do meio construído. 

Visando criar uma vida coletiva para a região as áreas destinadas aos comércios foram dispostas nas ruas com maior leito carroçável, fazendo com que o fomento da economia local gere uma simbiose entre comercio e moradia, bem como  a disposição das vagas para autos, dispostas nas vias de maior movimentação, deixando maior espaço para o convívio social interno da quadra. 

Os ambientes internos atendem as medidas mínimas e máximas expostas pelo programa de necessidade, dando grande acessibilidade e qualidade aos espaços. O conjunto Habitacional conta com 104 unidades habitacionais, sendo 48 unidade com 2 quartos; 48 unidades com 3 quartos, dentro dessas prevemos 8 unidades adaptadas para portadores de necessidade especiais, áreas comerciais localizadas no pavimento térreo conforme exigência no programa de necessidade e áreas de espaço comum destinados a atender as eventuais necessidades do moradores. 

Os ambientes de permanência prolongada foram pensados para terem aberturas voltados para as áreas externas e buscando sempre a ventilação e iluminação natural para todos os ambientes, para tanto levamos em consideração a tipo do clima da região consideração a orientação leste oeste para a ventilação cruzada a implantação dos conjuntos de edificações.

Sistema Construtivo

O sistema construtivo propõe a utilização de concreto armado para os pilares e embasamento do térreo, alvenaria de blocos estruturais e lajes pré-moldadas de concreto armado tipo painel para os pavimentos superiores, sistema que garante a viabilidade econômica, racionalização, modulação,  otimização do processo construtivo e a uniformidade. 

Consideramos ainda a utilização de blocos de concreto com pintura em trechos, esquadrias metálicas dispostas de maneira a dar movimento a fachadas dos edifícios, buscando com esse arranjo quebrar a monotonia eventual ao sistema construtivo de projetos de habitações de interesse social. 

As cores também foram pensadas de maneira a dar identidade aos prédios utilizando como premissa as cores análogas. 

Doze torres foram dispostas sobre o terreno levando em consideração o espaço de convivência do público fixo e transitório onde a permanência é de curto espaço de tempo.

Sustentabilidade Prevemos no projeto o reaproveitamento das águas cinzas (águas pluviais). As águas provenientes desses locais serão armazenadas em cisternas enterradas para posterior utilização, na manutenção das áreas comuns e jardins, o passeio construído na área externa será composto por material drenante, como piso entre travado, e mosaico português. A áreas destinadas para a coleta seletiva será um grande incentivo para a conscientização dos moradores além de utilização de transporte sem a emissão de gases nocivos como bicicletas serão incentivados através da criação de ciclo faixa no lote.

Leave a comment

Profissionais especializados

sua obra em boas mãos

Fale conosco